Ogum

Ogum

 O mistério de Ogum está simbolizado na espada. Força do metal. Separa para unir na luz. Ele é o guardião do reino da luz. Toda emanação das trevas que deseja penetrar no reino da luz, deve passar pelo crivo da espada de Ogum.

Montado em seu cavalo branco ele percorre as fronteiras do reino da luz. Brandindo a sua espada, ele faz a sua ronda. Ele é o zelador da lei. Subjuga e defende. Ele promove o discernimento e garante a vitória do eu.

Seu fundamento nos conecta ao mundo das trevas, exaltando a missão da luz. Ele não despreza, mas considera. Sua espada vibrante e luminosa, aponta para o alto como um obelisco; dos dois lados corta o gume, reluzindo o brilho. E assim mostra o caminho da redenção, pelo acatamento da lei divina. No rigor de Ogum está também o amor do Pai que pune pela salvação.

Salve os campos de batalha!


FICHA TÉCNICA _ PROJETO DE GRAVAÇÃO UMBANDAIME MATRIZ

CANTO: Rita Silveira, Júlia Freire de Medeiros, Elvira Melo, Luísa Failace;
Participação: Marcelo Bernardes, Sabá Tuk, Clara Andreozzi, Clara Andreozzi, Fábio Satgeet, Catarina Cerquinho, Janaína Jaaya
ATABAQUES (Rum, Rumpi, Le): Sabá Tuk, Marcelo Bernardes;
AGOGÔ: Valerinho Xavier, Sabá Tuk e Marcelo Bernardes;
DIREÇÃO MUSICAL (coordenação no estúdio): Marcelo Bernardes;
ESTÚDIO: Gravado, mixado e masterizado no Feedback Studio / Brasília por Valerinho Xavier;
Participação: Mauricio Barreto – Estúdio Escola Música Livre / Lumiar Nova Friburgo;
EDIÇÃO (gravações): Júlia Freire de Medeiros, Valerinho Xavier;
ARTE DA CAPA: Marcelo Ment;